quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Politica 2016

A chapa peso-pesado, Rosalba e Fafá

Aliança eleitoral entre PMDB e PP, de ex-prefeitas, já está formatada para 2016

Vinte anos de prefeitura, 12 de Rosalba Ciarlini, oito de Fafá Rosado. As duas são as lideranças políticas de Mossoró que mais tempo administraram o Município.

Agora, elas poderão estar juntas, novamente, mas como uma peculiaridade: comporão a mesma chapa majoritária na disputa pela Prefeitura nas eleições municipais de 2016.

O PMDB de Fafá Rosado e de Henrique Alves, e o PP, o novo partido de Rosalba Ciarlini, já alinhavam o acordo eleitoral para o próximo ano. A chapa peso-pesado está desenhada. E dependeria apenas de oficialização.

O prego estaria batido e a ponta bem virada. Rosalba seria candidata a prefeita; Fafá a vice.  A aliança entre as duas vem sendo costurada há dias.


Em Natal, o casal Rosalba-Carlos Augusto se reuniu com o presidente estadual do PMDB, ministro Henrique Alves (foto). Outro indício que a aliança eleitoral, PMDB-PP, já está consolidada.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Boa ação

BARAÚNA CONTEMPLADA COM O PEHUCI  
Este ano no Brasil inteiro apenas quatro municípios tiveram o privilegio de serem contemplados com o Projeto Enquanto Houver Um Coração Infantil - PEHUCI, criado e mantido por iniciativa da torcida organizada do vasco da gama.
Entre nós, o PEHUCI chegou pelos esforços do torcedor e atual secretário de Ação Social, Adalberto Frank, que ainda coordena  o grupo "Vasco só vasco".,formado por pessoas da região de Quixeré, Jaguaruna e Baraúna. 
Alem de Baraúna os outros tres municípios se integram nesse projeto de 2015: Patos(PB), Estancia(SE) e Mossoró(RN). 
O processo de seleção dos  cem alunos é feito pelas escolas da rede publica da cidade e zona rural, com o apoio da secretaria de Educação e diretores de escolas que analisam vários critérios do aluno, que vai da nota, comportamento e frequência. A avaliação beneficia crianças na faixa etária de 7 a 14 anos. 
Cada aluno recebe um kut escolar com caderno, lápis, borracha, acessórios e mochila personalizada com uma camiseta oficial do vasco. 
 Os idealizadores dessa brilhante iniciativa estarão aqui em Baraúna para fazerem a entrega pessoalmente a cada aluno e  na presença de seus pais.  Angela Diniz e Junior estarão aqui neste sábado, dia 12, as 16h00, na sede da Secretaria de Ação Social para a distribuição entre as crianças contempladas. 
O evento remirá vários segmentos e com certeza atrairá pessoas que consideram importante o projeto. Adalberto, se diz bastante realizado por saber que  os esforços valeram a pena e que todos só tem a ganhar com esta iniciativa.

A IDEIA DO PEHUCI 
Começou uma cidade do interior da Paraíba, em Taperoá, através da torcedora Angela Diniz. que abraçada pela legião de torcedores do vasco vem dissiminando por esse Brasil a fora essa ideia. 
Os jogadores e as torcidas bancam todo material e assim, oferecem o sonho para as crianças, ainda o incentivo a educação. 
As crianças se sentem orgulhosas se dedicando cada vez mais nos seus estudos. 
O projeto já é uma realidade boa no Brasil e quem sabe se outras torcidas tivessem a mesma inciativa, ganhavam todos. 
Baraúna talvez este ano foi a melhor noticia que chegou na opinião publica, que outras novas cheguem a partir de 2016.








Na UTI

PREFEITURA AGONIZANDO EM SEUS MOMENTOS FINAIS
Durante  a gestão da prefeita Luciana Oliveira(PMDB), considerada a pior de todos os tempos, o município vive seus momentos de agonia, a gestão travada, sem perspectiva de mudança ou melhora, falta tudo e o pior, vontade politica pra mudar esse quadro.
Só este ano a prefeitura registrou desgastes irreparáveis, atraso de contratados e comissionados, subtraiu vantagens e direitos dos servidores, desestimulo total aos efetivos e a falta de atenção aos serviços básicos que é o minimo que o povo espera.
Não tem saída, a prefeita vive em areia movediça,  quanto mais mexe mais se afunda.
A fiscalização do Ministério Público é intensa e visa descobrir todo o lixo debaixo das entranhas desse poder. A inquietação de uma possível saída do cargo por improbidade faz Luciana repensar em abrir mão do mandato. A pressão de seu esposo não deixa ela a vontade e obriga a passar por maus lençóis a troco do poderio do erário púbico.
Em banca rota os dias vão se passando e nada de bom acontece, são desafetos e descontentamento dos mais próximos que nem se quer recebem seus vencimentos, como secretários e diretores.
Os vereadores da situação assistem tudo e cruzam os braços nem um conselho conseguem convencer que é preciso ajustar o município para funcionar e andar pra frente. 
A volta de Adjano Bezerra para tomar conta do cofre em parte saneia o crédito para chegar o combustível, a merenda e os medicamentos aparecerem alguns na prateleira da farmácia, mas as obras e serviços não acontecem.
Para o eleitor comum essa página negra da estória precisa ser virada e não é com Luciana no Poder que possa mudar. A justiça se arrasta e deixa o desgoverno comer tudo e quando a decisão chegar não haverá sobras e nem cinzas pra reconstituir o tempo perdido. 

Últimas postagens

 

Follow by Email