domingo, 19 de outubro de 2014

Aécio em Baraúna

SALDANHA COMANDA GRUPO DE APOIO PARA O  45 - AÉCIO 

O advogado e ex-vereador João Saldanha(DEM), está convidando amigos e a juventude para formar grupo e apoio e incentivo a campanha de Aécio do PSDB.
Hoje, ele distribuiu material de campanha e já se ver alguns veículos e motos trafegando com o adesivo do 45. Saldanha depois de uma campanha  bastante motivada com seus candidatos, Getúlio e Felipe Maia, agora se ingressa numa nova missão.
A sua intenção segundo pude colher, sera tão somente em apoio  à AÉCIO e quanto ao governo do estado prefee deixar seus aliados   e eleitores a vontade. 

DEM DEVE FICAR COM SALDANHA  - É muito provável que o DEM, partido Democrata passe para o seu comando a partir de Dezembro. 
A sigla por aqui, há anos era comandada por Zé Araújo, porem, a divergência de José Agripino e Rosalba, fez ele optar pela Rosa e Carlos Augusto, deixando de lado um velho amigo. 
As informações dão conta que José de Araújo pretende ficar por fora nesse momento e quer tocar sua vida em Natal por enquanto. 
Ele não conseguiu segurar lideranças e nem tampouco formou alguém que o seguisse, um filho seu. 
Apesar de tudo, goza de confiança do casal Rosa e Carlos.

Xeque mate

VEREADORES DEMONSTRAM FORÇA EM FAVOR DE SERVIDORES
Preocupados com a greve dos servidores que se arrasta há vários dias e ainda solidários a categoria de professores que lutam por efetivação de um plano que contemple sua realidade. os edis ao receberem a matéria do executivo, de pronto deram um xeque mate na prefeita colocando o projeto para votação em regime de urgência. 
Com esse nó, a prefeita não terá tempo e nem coragem de protelar o Projeto. Do jeito que chegou a matéria tramitaria normalmente e seguia até daqui há meses. Com a matéria em pauta para terça feira, as 18h00 -  será sujeita a emendas e aprovadas de pronto. 
O advogado Fábio Moura ajudará no encaminhamento das emendas  e avalia de forma correta de maneira que não prejudique nem os servidores e nem tampouco a prefeitura.

Caravana da fé e do bem

GRUPO DE ROBINSON CRESCE PARA DÁ A VITÓRIA EM DOBRO
A cada dia cresce o empenho dos aliados do candidato 55, Robinson Faria(PSD). A campanha ganha corpo neste segundo turno com achegada de mais pessoas e  gente que estava no lado de lá. 
O primeiro momento demonstrou  resultados com a vitória e a maioria local. Uma prova viva de que há descontentamento com a admiistração do PMDB e os desmandos  que destacam a mídia nacional. 
contra o seu  candidato.
Muitas pessoas estavam silentes e pouco podiam se envolver na corrida esradual, mas, já agora vemos a manifestação das pessoas e daqueles que viviam no anonimato com relação a campanha de Robinson.
O que eleva a motivação daqueles que  querem a mudança é também a presença por duas vezes do candidato que veio pessoalmente agradecer sua vitória local. 
Valdecir dos Santos Junior(PHS), Daniel Pereira(PSDB), Fábio Moura(DEM),  Edson Barbosa(PV) são alguns que reforçam o time nesse segundo tempo e juntos aos vereadores Ruberlandio, Flávio Matias, Fátima Quirino, Divanise Alves e Tertulo Alves, alem de Marcos Fábio, Wilson Cabral, Madalena, Célia Bezerra, Zezé da Agrícola, Arimatéia Bolão, Fernando de Lúcia Helena, Lisboa, Pretinha e muitos outros caravaneiros que almejam uma Baraúna e u m RN mais forte e melhor. 

Esclarecendo

ESTOU COM ROBINSON, ESTOU COM O  RN. POR ISSO, VOU DE 55
Todos que me acompanharam nessa trajetória como candidato do PV a deputado estadual, sabem como passei na campanha.  Primeiro nunca contei com o apoio da prefeita, e sabia que ela já tinha seu compromisso.  Mas, em respeito a ela e a minha coligação fiz ver que seria uma alternativa dentro de um grupo que apostava na vitória do PMDB, de Henrique.
Logo iniciei minha luta sozinho, acompanhado de poucos amigos que endossavam minha candidatura que foi preterida até por companheiros do partido onde obrigatoriamente poderiam ter votado ou me apoiado. 
Pioneiro na divulgação dos jingles de Henrique e de Vilma, carro de som pago com meu dinheiro, gasolina bancada com meus recursos. Não pedi nada e nem me deram.
Tudo que eu queria era fazer minha campanha e falar de meu trabalho e da opção que Baraúna tinha para Assembleia Legislativa. 
A primeira ação do PMDB de Baraúna foi tentar me convencer para aborta minha candidatura, e sem chances de escolher como seria a desistência, do contrário o que eu pensava ter na prefeitura seria frustrada. 
Me chateei e segui em frente, sem apoio e sem palanque. Mas, não hesitei  com a minha bandeira. As pessoas demonstravam querer votar em quem era daqui, inclusive até pessoas que sabiam que era o vice de Luciana.  Enfim, me isolaram,  não nomearam que estava comigo desde o começo e puniram por me acompanharem. Exceto, a pessoa de Graça Ferreira, vista omo liderança e ainda assim, insistiram para retirar o seu voto para mim. Ela votou em Henrique e me deu uma votação grande na sua localidade. 
Meu pessoal estavam ali comigo, sabiam das minhas dificuldades. A majoritária nos enganou e se quer ajudou a deslanchar minha campanha, embora tivessem prometido. 
Um outro compromisso que fiz para não me manter distante da prefeita foi me oferecer para votar na candidata dela a federal, e ela nem se quer se interessou, mas me atrapalhou e me prejudicou.  Eles não queriam perto deles...
Eu sei, o que passei e como vivi perseguido e punido por votar em Henrique. E essa minha indignação foi levada ao meu presidente do PV, senador Paulo Darvim, e mesmo assim, fizeram ouvido de mercador. Lá por Natal, a casa 15 nunca me deixou falar com o coordenador estadual e nem o de Mossoró.
Assim mesmo, externei a situação de Baraúna e que o governador iria perder por conta da inoperante, descasos administrativos e o quadro local. Luciana precisava ter humildade e relevar a situação, mas preferiu cooptar adversários, preterir aliados e fazer campanha de fuzuê. 
Pois bem, terminou o primeiro turno, confesso terminar a campanha muito triste e indignado com o PMDB de um modo geral,,, Mas, insisti saber do posicionamento do segundo turno, pensei haver humildade do candidato, da coordenação e todos os aliados de Henrique. Fui com Aldivon Nascimento, ex-prefeito que enxergou meu dissabor e mediou minha estada  na base de Henrique e de nada valeu, para se ter uma ideia, aguardei das 14h00 até as 21h00 de plantão para saber os comandos para essa segunda faze e ele nem se interessou... fui. 

O PV DIVIDIU FORÇAS ENTRE AS DUAS CANDIDATURAS 
O meu vice presidente, Edvan Martins, presidente do PV de Mossoró e alguns colegas candidatos fizemos questão de deslanchar nossa insatisfação com a coligação e tudo foi comunicado ao nosso diretório de forma democrática e analisada por advogados, respaldado por um jurista renomado e deixamos a coligação  e nos firmamos com Robinson Farias(PSD), ai a conversa foi outra, nos acolheram, nos deram palanque e ainda abriram as portas com compromisso para Baraúna, e alias, Robinson é o único que assinou acordo em ajudar nosso município. 
Então, quero deixar claro que as razões eu tive. Não fui por vantagens pessoais e nem tampouco por birra ou picuinha , fui e estou de 55 porque acredito que há uma esperança para esse estado e dai, quero e já faço parte dessa corrente em prol do bem coletivo. 
Vou de 55 ainda porque o grupo de Baraúna respaldou minha vinda, apoiou e me conhecem bem. 
E por tudo isso confio na vitória de todos e acredito que posso ajudar nesse contexto ao lado da caravana do bem e da fé. 

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Servidores em greve

SINDICATO DECIDE POR GREVE GERAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS
Após a espera de mais de 15 dias, a categoria dos servidores decide em assembléia geral pela greve de todas as categorias do município. 
A diretoria do SINDSERB - Sindicato dos Servidores Municipais de Baraúna, comandada pelo professor, Lairton Viana, destaca que ha mais de cinco meses aguardam posição da prefeitura sobre a reformulação do plano de cargos e carreira, já discutido e dialogado com o executivo e legislativo, no entanto, nenhum momento a prefeita Antonia Luciana(PMDB), sinalizou para uma definição concreta. 
A categoria defende ainda a implantação de um plano para as demais categorias.
Da parte da secretaria de Educação  não há qualquer interesse neste sentido, tanto é, que o seu titular Marcos Antonio, não se manifestou. 
Primeiro passo foi a paralisação parcial como advertência da classe do magistério, agora são todos os que optaram pela greve. 
A prefeita alega falta de recursos para melhorar os salários, no entanto, se nega a exonerar  comissionados que sufocam a folha de pagamento. Para isso, o SINDSERB sugere que a prefeita enxugue a máquina em 50% dos comissionados que na maioria servem apenas de cabos eleitorais. 

AGENDA 
A diretoria do SINDSERB prepara mobilização para esta semana com panfletagem, faixas, esclarecimentos aos pais e alunos, alem da sociedade. 
Os pais foram cientes e endossam a greve por entenderem uma luta justa. 

VEREADORES
De posse de uma copia do plano até aqui, os edis não se manifestaram sobre o apoio claro a categoria de servidores. Mesmo assim, estão confiantes de que essa manifestação possa garantir oi dialogo e uma definição com avanços para todos os servidores municipais. 

Na frente

ROBINSON FARIA EM BARAÚNA MAIS UMA VEZ 
O candidato a governador do RN, Robinson Faria (PSD), chega em Baraúna hoje às 18h00, para agradecer a maioria que teve sobre seu principal opositor, Henrique Alves(PMDB), candidato da prefeita.
O grupo liderado por Tértulo Alves(PMN) e Divanise Alves(PSD), se organizam desde ontem quando receberam a noticia da agenda para o municipio.
A ideia do grupo formado  por demais vereadores e lideranças locais querem demonstrar mais ampliação desse segundo turno. 
São cinco vereadores que respaldam o nome de Robinson em Baraúna e tudo sinaliza para o exito de mais um embate, tendo em vista, o desgaste natural da atual gestão, 
De acordo com a cúpula maior o deputado Henrique não gostou da desvantagem e espera reversão dos números. O que fez Henrique perder alem do desgaste foi a  da candidatura a deputado estadual, quando muitos focaram a guerra de forças em cima do nome de Gustavo Fernandes, inclusive, preterindo o nome de aliados e até dos mais próximos. A prefeitura descarregou toda sua pujança em favor de Gustavo esquecendo da majoritária. 

PROGRAMAÇÃO
A vinda de Robinson Faria esta prevista para as 18h00 - aguardada em concentração defronte ao posto de Denilson, onde de lá sairão em carreata até a praça Matriz. 
Ele tem a oportunidade de cisitar Baraúna pela segunda vez, enquanto que Henrique não veio nenhum momento na campanha. 
A senadora eleita, Fátima Bezerra(PT) , acompanhará a programação também. 

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Bem que avisei

HENRIQUE PERDE EM BARAÚNA E OPOSIÇÃO COMEMORA 
A inabilidade politica do PMDB local, o desprezo da prefeita aos aliados de primeira hora e ainda a parca gestão atual, fez o eleitor dar respostas ao candidato Henrique Alves. 
Se não fosse todo esse desgaste talvez os bacuraus pudessem estar comemorando hoje o resultado daqui.
O que apontou essa queda foi também a  arrogância dos que pensam que sabem tudo de eleição em Baraúna.
Fui candidato numa coligação com PMDB, da mesma forma o PDT e o PHS e nenhum de nós tivemos o prazer de dar eco a nossa voz em prol de Henrique. Pelo contrário, perseguido, ignorado e deixado de lado... Creio que esse resultado possa ser refletido ou entrar no quengo dos experts da base peemedebista.
Luciana precisa redescobrir sua humildade ao invés de acreditar que pode tudo só porque está no poder. 
Já sabia que  em Baraúna o PMDB perdia, mas não tão feio como foi. 
A oposição capitaniada por Tertinho foi a vencedora nessa corrida e denota habilidade, sentimento e acima de tudo garra para fazer a diferença. 
Robinson Faria um ilustre desconhecido em nossa terras se supera por inoperância da situação que vem cometendo deslizes e tende a piorá cada vez mais.
Vence a oposição e nasce um novo tempo na história politica de Baraúna em suas correntes partidárias. 

SEGUNDO TURNO SERÁ PEIA DE NOVO SE O PMDB NAO VESTIR AS SANDÁLIAS DA HUMILDADE
Do jeito que se apresenta o atual quadro politico local o segundo turno promete uma vitória muito maior da oposição em Baraúna.
A soma terá acréscimos tendo em vista que agora a base será ampliada por Valdeci Junior, o PV completo e outras forças dissonantes com  a gestão atual. 
Uma outra questão é que Henrique estando insatisfeito com Baraúna e perdendo de novo poderá dar um rumo novo a sigla local.
Isoares, Aldivon e Zé Bezerra que ficaram silentes diante da campanha poderão comandar com firmeza o bloco da oposição. 
Enquanto que o PMDB da prefeitura, dos comissionados e de seu elenco de novos aliados pouco terão de folego para suspirar numa nova postura que estar por vir. 
Ou descem do salto e calçam as sandálias da humildade do contrário a peia será muito maior do que se imagina. 

segunda-feira, 22 de setembro de 2014


Gerais... curtas...

PASSANDO A PERNA - Bem que tentaram e não conseguiram tirar do pedetista Sandro Bezerra, a sua sigla o PDT. A ideia seria tomar o controle e desembarcar candidatos a vereador para eleição 2016, já que os que chegam desdenham o PMDB;

DEIVID - por  tudo que ser o presidente da Câmara e ainda de quebra,  sua intenção seria o domínio do PDT, mas não deu, a cúpula maior do partido não deixará passar a perna em Sandro Bezerra;

TERTULO ALVES - o presidente da Câmara tem conseguido comandar a oposição unindo os demais colegas contrários a candidatura do PMDB ao governo do estado;

RAIMUNDO ARAÚJO - O Poço Novo se surpreende com rumores da ida do líder Comunitário e suplente de vereador para a base de Luciana. Ele teria sido cogitado e ao que parece já estar de malas prontas. A troca seria ganhar a presidência da Fundação de Cultura;

LEILÃO - Não importa a qualidade e nem a condição, o que prevalece é o voto. Não se admire ver a  inversão de valores nessa conjuntura. Do jeito que vai podemos ter barbeiro cuidando da saúde, gari na educação e vaqueiro cuidando do social. Se bem que tem mutos desses que podem até representar melhor do que os seus titulares. É a gloria!

MÃO DE FERRO - Não tem pra ninguém. Reuniões na prefeitura está longe de algum auxiliar querer saber como vão suas respectivas pastas, que se dane too mundo. O que todos pensam com raras excessões é saber quem vai dar votos e zefinir;

CAÇA BRUXAS - Lá pelas bandas de Juremal tem uma certa pessoa que nunca vi a tamanho de sua lidernaça, já que não foi testada, tem servido apenas para caçar quem está com quem. Seu cargo que é pago com o dinheiro público seve apenas para dedurar as essoas simples daquela região;

CUIDADO - O batalhão de apoiadores que chegam de todo lugar, somam nas osturas em prol de uma camnapnha estadual e  rende muito pouco para a administração. A troca  de favores tem um nome: portaria;

ENGODO - Tem gente apostando que algumas obras que se mechem só tem um fim: engodo eleitoral. Pasra impressionar as máquinas fingem andar, as obras se balançam, mas parece que não vão lugar algum, é só para impressionar;

AGUA - O povo tá com, sede e os caminhões pipas se arrastam. A fila não anda e o povo sofre com sede. A zona rural clama por água e ai?

SEM BRILHO - O palanque montado para Fafá e Leonardo poderia ter sido mais iluminado, faltou calor humano e discurso prático. As pessoas estão cansadas de enganação... Os esforços e a organização do verde Ailton Lopes merecia maior brilho da parte do elenco. Houve um tempo que tudo fluía melhor;

FRUSTRAÇÃO - É muito pouco provável que o deputado Henrique Alves der o sinal da graça em Baraúna. A discórdia prevalece em Baraúna e tende a piorar com os incautos.

AQUISIÇÃO - Parece mais uma bolsa de valores em Nova Iorque a nossa prefeitura. A dolarização vem cooptando muita gente boa do 22, e até aqueles que processaram as denuncias, causaram a inelegibilidade da prefeita estão de boa agora. Vá enbtenbder a politica!

COM TUDO - Rivelino (ex-Flávio Matias), Diniz (Isoares), Raimundo de Poço Novo(Aldivon), Teresinha(Isoares) e Roldãozinho(Zuzu de morrer) e tantos outros merecem tapete verde. Todos pela sobrevivência da politica....

AD 50 ANOS - Uma excelente programação alusiva aos 50 anos de Assembléia de Deus em Baraúna - pregações, louvor e adoração em Cristo. Vale a pena conferir!


Queda de braço

LIDERANÇAS QUEREM MEDIR FORÇAS NA PRESSÃO 
Enquanto um lado promove a campanha majoritária numa perfeita sintonia entre a proporcional, do outro lado, a meta é competir a força apenas no sentido proporcional. 
Os aliados se degladeiam para quem dar mais, a prefeitura e toda ala comissionada quer  Gustavo Fernandes(PMDB), arrancando votos até da cochinchina e nessa segunda ordem vem o vereador Ailton Lopes(PV), que mesmo cometendo infidelidade não mede esforços para arrancar votos para Leonardo(DEM).
Da parte situacionista Parece muito calma e carregam cada candidato a deputado na medida que ajustam sua base e sem disputa interna. A corrida se dar para ultrapassar o candidato do PMDB a governo Henrique Alves. A oposição aposta em Robson(PSD) com a vitoria por aqui...Fato que já não acontece entre os bacuraus, o deputado Henrique não é tão importante manter essa vitoria. 
A pressão maior vem do fogo amigo, cada um querendo demonstrar que pode mais... E salve-se quem puder. 
Na questão de deputado Federal embora se unam com a máquina e poder, Ailton e Gilson não dão tao importância quanto as candidaturas na estadual. 
Ontem, uma carreata misturada de comício demonstrou claro que a guerra já começou, cabe ai, a prefeitura fazer diferente. Ai, vai muita gasolina, incentivo, portarias e vantagens com promessas... Os termômetros vão lá pra cima: Gustavo quer mais 3.000 votos e Leonardo pelo menos a metade, enquanto  os demais terão que se contentarem com as sobras desse poderio.
Cabe uma reflexão bem clara com uma simples pergunta: Será que o povo é tão besta assim?

Últimas postagens

 

Follow by Email