sexta-feira, 1 de maio de 2015

Paz e amor

PREFEITA CEDE PRESSÃO DOS PROFESSORES E CONCEDE AUMENTO
A prefeita Antonia Luciana (PMDB), não teve alternativa e acabou cedendo a pressão dos professores, cuja situação já vinha prejudicando os alunos da rede municipal de ensino. 
O impasse seria a cessão do reajuste na ordem de 13,01% o qual esse valor obedece o índice nacional do piso do Magistério.  Os professores vem desde de Janeiro na cobrança e ameaçando com as greves e o desgaste era grande ao ponto de acuar o executivo. 
Depois de várias mobilizações, paradas e a greve que culminou com a imprensa dando cobertura na opinião publica o jeito foi ceder mesmo.
A reunião para conter esse impasse deve-se a luta do sindicato da categoria, a peleja do advogado João Saldanha e ainda parte da oposição que batia sem dó. Na conversa a prefeita despojou-se de 6,5%, que acabou sendo acatado pela classe. Vitória da oposição que soube pressionar e muito mais feio para situação que não consegue abrir o dialogo na hora certa e ganhar os louros desses méritos. 

A FEIRA TAMBÉM FOI VENCIDA NO GRITO
Depois de anunciar um decreto Municipal e causar celeuna entre alguns pequenos feirantes  e ainda causar dissabores com aliados e ainda cair no descrédito da palavra e autoridade, mais uma vez valeu a pressão dos que fazem oposição com maestria. E o velho ditado que prevalece,  ou dar ou desce. 
A feira coube ao CDL o entendimento com a prefeita, onde representa a classe lojista. Sendo que de nada valeu e quando foi na prática para calar um segmento teve que ser alertada pelos os algozes que fizeram fileira e derrubaram suas ordens,  com suspensão aos que que ousaram descumprir, se indispôs com a direção do Mercado e ainda botou a policia para espantar quem se instalasse no local da tradicional feira dos domingos. 
E com a força dos contras ela acabou cedendo de novo e esqueceu que desagradou mais de 300 comerciários que sempre sonharam com o descanso do domingo. Os comerciantes atrelaram o fechamento do mercado com comercio. Imposição para que todos deixassem de funcionar, inclusive com abaixo assinados em mãos. De nada adiantou, somente o desgaste da prefeita que mesmo cedendo fica a péssima imagem de que é um poder que não disse a que veio. 
Contudo, a feira será retomada domingo para honra e gloria dos que defendem o quanto pior melhor prefeita. Parabéns aos feirantes e Wilson Cabral que saem vencedores nesse embate ...

SEMPRE DEFENDI E LUTEI PELO FECHAMENTO DO COMERCIO AOS DOMINGOS
Como comerciário que fui e sei que ninguém sabe como é ruim ter que trabalhar feriados e domingos, pude hastear essa bandeira de luta pelo fechamento do comercio local aos domingos, tanto que consegui. E não me detive pensando que A ou B iria ficar com raiva dessa atitude, pois defendo o direito do descanso se não me negarei a isso.tanto que enfrentei sozinho Trabalho aos domingos pra mim e escravidão.
Alguém pensou em me queimar porque fui firme nessa medida quando vereador e quiseram imputar que essa medida da prefeita era Lei minha, Mentira deslavada, não tem lei nenhuma que proíba o fechamento de feira e acabe a tradição, pois nunca ventilei isso.  A feira é tradição, o mercado é de competência da prefeitura e não fui alem disso... O que se demonstrou aqui dessa vez foi o apelo da CDL com o val de 90% dos comerciantes locais que embora depois alguns voltassem atrás. Somente isso, a prefeita atendeu um segmento organizado e não a mim, agora muda de ideia, não sei se foi louvável e se alguém vai lhe aplaudir, pelo o contrário tão gozando da falta de autoridade e de que ela prova que não manda bulufas alguma. 
Se os comerciantes vão reabrir as lojas, supermercados e voltar o trabalho aos domingos cabem ao CDL, Sindicato dos Comerciários e a prefeita se entenderem e apagarem mais um dos tantos problemas criados nessa terra tupiniquim de Barauna.  

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email