sexta-feira, 13 de março de 2015

Todos contra um

OPOSIÇÃO SE UNE PARA DERRUBAR PREFEITA 

Embora a prefeita Luciana Oliveira(PMDB), tenha conseguido driblar a justiça e percorrer os caminhos das pedras para se manter no Poder, agora se depara com outra missão mais árdua, e não  tem sido fácil sustentar as manobras criadas pela base da oposição.
O grupo liderado por Isoares Martins(PR), outro pelos vereadores Divanise, Flávio e Robertão e de quebra correndo  por fora vem a pujança do ex-prefeito e ex-presidente da Câmara, Tertulo Alves (PMN), que trabalham fortemente para verem a derrocada da atual prefeita. 
O Ministério Público, tanto estadual como Federal, vem sendo abarrotado de ações e denuncias desses grupos.  Cada um com sua força querendo o fim do governo de Luciana. 
A prefeitura tem sido como um campo de areia movediça, quanto mais mexe mais se afunda em problemas. 

O que intriga é que por trás disso tudo está os interesses de cada um, sendo que o maior e ver o governo municipal ser despejado,  custe o que custar. 
O quadro nebuloso do município  é infestado de casos, os quais emperram e destroçam a máquina administrativa. A cabeça da prefeita Luciana deve está com um nó difícil de desatar. Tem realizado mais o jurídico de que o executivo. 
O que trás essa discórdia  é tão somente o "modus operandi" que se instalou na prefeitura: Poucas ações, falta de planejamento, gestão de mazelas e ainda a pressão popular e ainda as forças politicas que querem sua cabeça.
Nesse rolo compressor existem muitas apostas, algumas asseguram que a prefeita se mantem até seus altinos dias de gestão. Outras admitem sua queda por improbidade administrativa e já os mais céticos dizem que tudo não vai dar em nada. 
Dentro do governo Municipal há um desconfiada segurança, e ainda se garantem que em caso de improbidade, cai nas mãos do presidente da Câmara, Deivid Simão, que espera o poder de braços abertos. É tudo de casa. 
Enquanto a corrente de Isoares/Aldivom querem por tudo mostrar a justiça que Luciana não deu certo e retomar o cargo, acelerando assim, o julgamento do mérito junto ao TSE.

Poucos creem e daqui meu maifesto que em caso de um afastamento por todas as denuncias o vice prefeito sentaria por algumas horas na cadeira da prefeita, até que os demais se entendam numa queda de braço. Cada um querendo o Poder. 
Nas ultimas mobilizações de protestos temos visto pessoas mais ligadas a politica antagônica ao governo municipal. Isoares vem visitando e conversando  com os seus a cada instante, e ainda mais além, reunindo vereadores para somarem nessa guerra sem tréguas.

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email