terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sessão extra

CÂMARA SE REÚNE PARA APROVAR SUPLEMENTAÇÃO ORÇAMENTARIA 
Isoares Martins precisa de 13 milhões para quitar despesas 
 
O prefeito de Baraúna não tem orçamento para quitar suas dívidas com o funcionalismo e credores, e para não parar a máquina administrativa  recorre aos vereadores a fim de  que aprovem  suplementação na ordem de 11 milhões de reais. 
O pedido era para que fossem orçados na LDO, LOA e PPA da gestão passada a bagatela de 13 milhões, mas, os vereadores reunidos com equipe técnica da prefeitura antes do pedido chegar deixaram apenas o valor montante de 11 milhões.
A dificuldade se dar pela falta de orçamento, no ano passado a matéria foi derrubada pela inoperância do executivo, e para ser franco, é graças a sensibilidade da oposição que o projeto suplementar será aprovado e nessa missiva o município não será prejudicado. 
Isoares Martins tem conseguido governar Baraúna com a minoria no Legislativo e não pode reclamar da oposição. 
Para o presidente da Câmara a celeridade da matéria requer uma atenção especial para o município, por isso, se depender dele e de sua bancada a máquina não irá emperrar. 
A suplementação será  votada em três sessões extraordinária marcada para quinta feira, entre 9h00 às 10h00 da manhã.

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email