domingo, 10 de março de 2013

Em parafusos

Isoares sem voz e sem comando na Câmara
SITUAÇÃO se perde nos caminhos do FUTURO 
Não tem sido fácil para a bancada da situação trabalhar sincronizada com o poder Executivo. O prefeito Isoares Martins(PR), ainda não entendeu que está em baixa na Câmara e nem de longe imagina como será difícil acertar no quesito sessão. 
Na última quinta feira, dia de sessão no Legislativo, ele encaminhou duas matérias de suma importância para ele e os servidores do Magistério, uma dava conta de contratar livremente alguns profissionais e acomodar aqueles que são da cota do prefeito a outra matéria se tratava do reajuste de 10% para os professores. Nenhuma das peças se quer foram discutidas com sua bancada. Os vereadores não estavam aptos a defenderem e acabaram pedindo a retirada de uma delas para não ficar feio. 
O presidente Tértulo Alves(PMN) que tem o suporte da oposição direcionou uma outra derrota para o requerimento do colega Flávio Matias(PR) que defende a implantação da Previdência Própria dos servidores, um tema que se depender da maioria não passa nem por perto da Casa. 
Trocando em miúdos o clima da situação entra em parafusos e para que haja um acerto é necessário mais do que nunca uma sentada com o prefeito e que o mesmo entenda que os tempos mudaram: está sem orçamento e sem maioria.

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email