terça-feira, 12 de março de 2013

Mentindo

PREFEITO retira matéria e agora culpa VEREADORES 
Não conformado com a minoria no Legislativo, o prefeito Isoares Martins(PR), luta com unhas e dentes para não ficar por baixo. Na sessão plenária do último dia 07, ele enviou em caráter de urgência o projeto de nº 001/2013, que versa sobra contratações diversas no executivo, o projeto entrou na pauta obedecendo o pedido e foi lido, no entanto, surpreendentemente fez solicitação para retira-lo em cima das discussões. Pedido atendido e se quer foi avaliado. Sua medida presumiu-se na possibilidade de ser derrotado e devolvido, haja vista, as incorreções as quais eram nítidas quando não apontava as necessidades, os setores, quantos à serem contratados e nem tampouco os recursos para esse pagamento, já quem não detém orçamento.
Inconformado, vem confundindo a opinião que o presidente e os vereadores da oposição estão contra a contratação do SAMUR, ora essa mesma ladainha se deu na gestão passada, aprovamos as pressas a criação da SAMUR e até hoje ninguem sabe explicar a onde foi parar essa grana. 
Já o projeto complementar - PLC nº 001/~2013, foi outro que chegou tratando do aumento dos professores na ordem de 10% e está em tramitação conforme regimento. Agora querer confundir a opinião e jogar o povo contra os vereadores é coisa de irresponsável.  
Tertinho se defende de calunia
PRESIDENTE SE DEFENDE DE MENTIRAS 
 "Amigo aqui é Tértulo Alves (presidente da Câmara) acessei o blog barauna.com e encontrei informações mentirosas e levianas. Primeira mentira, não votamos contra o projeto de Lei n 001/2013 que corrigi os salários dos profissionais do magistério, apesar de termos recebido fora do prazo, incluímos o mesmo na pauta do dia, onde obedecendo o regimento interno fizemos a leitura. Também recebemos outro projeto que solicita contratação de pessoal por tempo determinado para a sec. de saúde e ação social, o qual não informava, o numero de profissionais, as funções e as remunerações, o chefe do executivo solicitou a retirada do mesmo para as devidas correções. Por último o requerimento 004/2013 do vereador Flavio Matias que versa sobre a criação do Fundo de Previdência Própria dos servidores do Município de Baraúna, o mesmo foi lido, discutido e votado, sendo rejeitado pela maioria, por não confiarmos nos beneficíos para os servidores e gestão desse fundo. Valdeci é lamentável a existência de servidores e até colegas que desconhecem as verdadeiras intenções escondidas em cada ato de generosidade para com o nossos servidores."

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email