terça-feira, 28 de setembro de 2010

De fato - 28/09/2010

Autores de Ação Popular são ameaçados
Baraúna - Os autores da Ação Popular contra o prefeito Aldivon Nascimento (PR), tratando do suposto esquema de desvios de recursos públicos através de contrato fraudulento para a coleta do lixo, estão sofrendo ameaças e perseguições políticas, inclusive acusações graves.
É o caso do técnico agrícola Jercejaime Rodrigues Pereira, que há cerca de 20 dias foi chamado à delegacia da cidade para responder uma acusação de que teria jogado uma bomba na Prefeitura. O processo não foi instalado por não ter nexo algum.
Jaime, como é mais conhecido, já vem sofrendo retaliação dos órgãos públicos municipais há mais de seis meses, quando teve seus medicamentos (hipertensão) cortados pela Secretaria de Saúde. Conta que as pessoas lhe dizem coisas na rua que são ameaçadoras.
"Estão me dizendo que minha vida não vale nada. É justo isto para um cidadão que trabalha e a única coisa que estou querendo é justiça para uma denúncia grave envolvendo políticos de dois grupos que controlam o município há vários anos?".
Além de Jaime, que é casado e têm três filhos, outro que assinou a Ação Popular e que também uma vez e outra escuta ameaças na rua é Edileuzo Quintino da Costa. "Ele foi avisado de que a gente ia ser preso por ter movido a Ação Popular", conta Jaime.
Jaime conta que assinou a Ação Popular, não se arrepende e assinaria de novo, caso outro escândalo da mesma natureza aparecesse na cidade de forma tão escandalosa. "É minha obrigação como cidadão fiscalizar a gestão pública", explica Jaime.
Mas para tanto está pagando muito caro. Depois que a Secretaria de Saúde cortou seus medicamentos, está tendo que desembolsar em média R$ 100,00. No município, não é só Jaime que reclama da falta de medicamentos. Outros estão em situação até pior.
"A raiva é tão grande que o prefeito Aldivon declarou na TV Ponta Negra que somos (os cinco que assinaram a Ação Popular) uma corja. Ele precisa explicar como comprou um motel (R$ 1 milhão), carreta bi trem (R$ 700 mil) e um posto de combustível (R$ 900 mil), além de R$ 4 milhões em máquinas pesadas e botou em nomes de laranjas", diz.
Ao Jaime, o prefeito Aldivon Nascimento alega que não tem recursos. Entretanto, Jaime mostra que existe para contratar advogado, apesar de já ter quatro à disposição da Prefeitura. "Ele contratou o advogado Iremar Marcos da Costa por R$ 93.599,52, no dia 19 de julho de 2010, com dispensa de processo de licitação, conforme consta no Diário Oficial".
O técnico agrícola diz que enquanto sofria só retaliações, evitou procurar a imprensa ou o Ministério Público. "Mas como agora estão fazendo acusações graves e lançando ameaças de público", resolveu tornar público através da imprensa e fazer uma reclamação no Ministério Público Estadual, para que providências sejam tomadas.

8 comentários:

Anônimo disse...

Jaime, um simples cidadão baraunense, está fazendo o que um bando de desonestos que usa o mandato de vereador para tirar proveito pessoal deveria fazer e não fazem. Sem medo de dize, se essa denúncia for a frente alguns deles poderão serem responsabilizados pela omissão.

Não lhe conheço Jaime, mas pela sua atitude mostra que você é um homem de muita coragem e está apenas exercendo sua cidadania.

Anônimo disse...

esperar o q de bom de quem hospedou Chico ureia ? o povo deveria ter pensado duas vezes antes de coloca-los no poder.... 2012 bate a porta

Anônimo disse...

rapaz querer ameaçar cidadãos de bem é muita audácia de quem veio de fora explorar nosso povo vamos dar a resposta nas urnas

Anônimo disse...

Eles fazem acusações sem fundamentos, colocam defeito em obras publicas, acho que só é cego quem nao quer enchergar. "Os contras agora vão para imprensa dar uma de vitima e dizer que estão sendo ameaçados, eles sim estão com medo de pagar pelos crimes que cometeram,pois, falsificar documentação é crime, processo de improbidade também é crime,denunciação caluniosa também é crime." Omitir os dois lados da moeda é injusto.ENTÃO >>POR FAVOR<< LIBERE ESSE COMENTÁRIO.

Anônimo disse...

eles mete o pau nos contra saber porque edson porquer o blog da prefeitura ou barauna noticias esta mamando e muito para defender os palhaço, ele e cego tavendo nao que todas as obras que o prefeitura execultou esta sendo super fatura e ainda mais mau feita tipo o calçamento sorrisal,cader que ele fez o calçamento do posto de gasolina de aldivo pago com o dinheiro que esta sendo desviado igual o que esta sendo feito nas ruas de barauna mais naum ele feis de britar e pixe calçamento de primeira como diz wilson cabral e doze pra jabu nao e doquinha arreeeeeeeee., publique ai vereador do povo vc e mais treis vereador e os unico que nao tem o rabo preso com os corrupto da prefeitura arrreeeeeeeeeee

Anônimo disse...

amigo li a reportagem no jornal de fato, q geilson mandou colocar, dessa vez tenho q ficar do lado de geilson, pois se tratando de izuaris acredito em tudo q geilson falou, izuaris acostumado a gritar os pobres coitados, humilhar os funcionarios da prefeitura como se fossem seus, agora encontrou um do seu tope para desbancar esse autoritarismo, com uma vantagem para geilson, ele está com a verdade, obg geison por ta defendendo esse povo q nao pode combater a arrogncia de um homem q pensa q pode tudo, aqui quem ta mandando esse comentario e apenas mais um q foi humilhado por esse todo poderoso izuaris, deus sempre manda alguem pra defender os humildes e dessa vez mandou geilson.

Anônimo disse...

O crea, vai ser acionado, para pedir o descredenciamento do engenheiro da caixa e do mau estar que ambos liberaram esse calçamento,é uo não é Doquinha.

Anônimo disse...

nossa pensava que Deus mandava um héroi e nao um falsário pra defender o povo. nao misturem desavenças pessoais com poticagem.

Últimas postagens

 

Follow by Email