quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Sobrou para Jaime

Jessejaime foi agredido durante confusão na Câmara por auxiliares da prefeitura
AUTOR DA AÇÃO POPULAR SOFRE AGRESSÕES NA CÃMARA MUNICIPAL
O prenuncio de que temia ser agredido por alguns abastardos da prefeitura já foi dado por meio da imprensa através de um dos autores da ação popular que tramita na justiça contra os desmandos apontados pelo empresário Geilson Medeiros sobre o esquema do lixo, sua preocupação se consolidou quando na noite da eleição da mesa diretora, o cidadão Jessejaime foi agredido a socos e ponta-pés, jogado no chão por Itálo Barbosa  e o Dr Anax Bezerra, ambos ligados ao prefeito Aldivon Nascimento, que segundo Jaime se aproveitaram da ocasião da confusão e partiram agredindo sem razão a sua pessoa.
Jessejaime é tido como um fiscal atento dos problemas de Baraúna, crítico, formador de opinião e vigilante nas questões da coisa publica, o que tem o deixado ameaçado. Esteve na imprensa destacando das ameaças recebidas. Teme o pior.
As agressões que sofreu foram registradas por BO e pelo ITEP, garante qie acionará a justiça por danos morais, ameaças e agressões.
Atribui toda essa confusão ao procurador do municipio e ao filho de um diretor de importante cargo na prefeitura, ainda assim fará queixa a OAB de Mossoró e que a mesma reclamação será encminhada ao Dr. Armando Lúcio promotor de Justiça de Baraúna, pelo fato de que é membro de uma ação popular que poderá cassar o prefeito de Baraúna
O cidadão Jaime disse que isso aconteceu pelo fato da comemoração da vitória da mesa diretora na sesão pássada,  por está no recinto sobrou pra ele as agressões, e como já é tido como pessoa que incomoada a administração se aproveitaram para agredi-lo sem defesa. É uma pessoa hipertensa e diabética e não foi respeitado.

Um comentário:

Gi disse...

O fato de Uma pessoa "A" se conhecida de "b e C" não podesse afirmar que as atitudes de B e C sejam ligadas diretamente a A, essa política suja nada mais é que o despeito por grandes atos feitos por "A". Deve-se pensar que se existem regras estas são para serem segidas e não burladas como o ato de se passar por cima de um regimento interno.

Últimas postagens

 

Follow by Email