sexta-feira, 15 de outubro de 2010

CPI com novo membro

RITINHA TEM NOME PARA COMPOR A COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO
Com a prerrogativa do presidente da Câmara  de efetivar a comissão, uma vez que, os partidos se manifestaram desfavorável a formação da mesma, coube o papel de indicar cada membro e dai eleger o comando. Os partidos que formam a Câmara de vereadores vemse esquivando de formarem a CPI, com exceção do PV. 
A saída do vereador Nerivan Claúdio  foi uma imposição  do PR, que em reunião vetou literalmente a participação de seus vereadores na comissão. Sem interesse de sua criação, deixa no ar a clara evidencia de que o prefeito está enrolado até o pescoço com as denúncias e CPI ajudará a desvendar com mais precisão os fatos narrados por Geilson Medeiros. 
A CPI prossegue com seus próprios passos e ninguem poderar vetar os encaminhamentos de suas ações, a não ser a Justiça com base na sua formação, onde precisa de três membros para o prosseguimento dos trabalhos. O PMDB até aqui, se m,antem silente quanto a sua participação. É provavel que o prefeito peça a retirada do partido tambem, ai Sirleia, Edson Barbosa  e Marquinhos enfrentarão tudo e a todos para desvendar todas as denúncias do ex-vereador e empresário Geilson Medeiros. 

TERÇA FEIRA PROMETE MOVIMENTAR CÂMARA - Com o advento da CPI, a comissão terá em sessão pública o primeiro depoimento oficial do empresário. Será o ponta pé incial que a Câmara dará para apurar a verdade dos fatos. Qundo foi convocado a se poronunciar na Câmara  Geilson desafiou o legislativo, provocou a justiça e espera a apuração de tudo. 
Desde o seu pronunciamento, só agora houve  manifestação de alguns vereadores. S enão fosse uma ação popular nada havia sido apurado, e com a resposta do Legislativo e ainércia dos demais vereadores, fica a dúvida será que apenas três vereadores devem ter essa responsabilidade e o compromisso com a verdade? Onde fica a atuação dos demais?


Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email