quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Retaliação

PR TENTA ENCURRALAR VEREADORES REBELDES 
Sem o devido controle de dois vereadores do seu partido, o presidente do PR, Aldivon Nascimento, manda um recado para Marquinhos e Nerivan. A primeira embaixada é de que ambos não foram fiéis a agremiação, a outra é sobre o porque de encabeçar uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI, que está a todo vapor nos anais da casa. O prefeito ameaça de tomar o mandato se caso os dois não obdecerem  o camando partidário local. 
Com relação a votar diferente do prefeito, a alegativa é que os vereadores do PR acabaram cometendo infidelidade quando votaram fora da coligação. O PR/PVe PMDB caminharam juntos, já o PSB não. Foi ai onde abriu-se um precedente  aos dois edis. Inclusive Marquinhos não pode e nem deve ser punido por ter votado em Larissa e Sandra Rosado.  O prefeito apoiou e ajudou indiretamente estas candidaturas.
No que concerne ao trabalho da CPI,  O vereador é detentor de seu mandato e não pode ser omisso ao seu papel, pelo meu leigo entendimento, dificil imaginar um parlamentar fechar os olhos para os desmandos e irregularidades, mesmo sendo o prefeito de seu partido.

REUNIÃO DEVE DECIDIR A POSIÇAÕ DO PR - A única forma encontrada por Aldivon para evitar a CPI e retomar o controle de seus parlamentares é a via do desespero e da retaliação. Não acredito em punição neste sentido. Tudo não passa de jogo de nervos para tentar acoar os dois vereadores do PR, ditos rebeldes da corte.

Nenhum comentário:

Últimas postagens

 

Follow by Email